sábado, 19 de fevereiro de 2011

A INVEJA

        
                                          Tenho certeza que você já deve ter sentido isso, como também tenho certeza que alguém já sentiu isso de você. Todos nós já passado por alguma experiência na vida em relação a este assunto, venho notando já a algum tempo uma forma de inveja um pouco mais ríspida mais material, na verdade até mais prejudicial, onde a satisfação do invejoso é ver o mal do invejado. Bom, acho que a inveja esta no DNA do ser humano, e desde criança ela, da sinal mas de maneira menos aflorada e de certa forma ela cresce e evolui como nós. Tentando entender como este sentimento funciona fiz uma pesquisa e resolvi postar aqui no blog de uma forma científica e teológica e religiosa.
                                         
                                         O Psicólogo  Antonio Carlos Alves de Araujo diz que, “A inveja diariamente nos impõe um severo desafio ou vigilância absolutamente desnecessários ao livre fluir de nossas potencialidades. Neste ponto faço a distinção da mesma em relação ao ciúme; sendo este último mais um temor pela perda do objeto, e a inveja seria a tentativa de impedir que o outro tenha algo que ansiosamente desejamos. Tal diferenciação é apenas superficial, pois ambos os sentimentos se cruzam e formam quase que um núcleo único de ansiedade, temor ao abandono e sentimento de miserabilidade interior. A conseqüência inevitável é angústia e solidão”.

                                       Estudando um pouco mais e tentando entender o que o psicólogo diz, ele vai um pouco mais além e de forma mais simples para os menos entendidos como eu explica que,  “A inveja para qualquer ser humano remete sempre a determinada experiência de abandono ou desamparo, bloqueando a capacidade do mesmo de desejar doar profundamente. As sensações resultantes são: a angústia por a pessoa sentir que não tem acesso a determinado prazer, ou a raiva por achar que a felicidade corre paralela a sua infelicidade pessoal”.
                                            
                                            Ou seja, o invejoso sente prazer em ver o invejado tendo algum "desprazer" ou quando o invejado passa por algo ruim, pois na cabeça do invejoso o invejado é culpado pela sua infelicidade, veja este quadro abaixo o que acontece na cabeça de um invejoso.
                                                 


                                           Temos dois tipos de inveja a construtiva se é que pode haver algo de construtivo na inveja, e a destrutiva, os nomes por si só é fácil de identificar a menos pior, mas a destrutiva é onde mora o perigo veja o quadro abaixo. 


                                          Neste ponto que as coisas podem complicar, mas sempre ouço falar sobre o OLHO GORDO, será que tem algo haver com a inveja e esse olho gordo pode mesmo fazer mal para alguém vejamos este vídeo mais abaixo do Padre Fabio de Melo em seu programa Direção Espiritual da Canção Nova, sobre a Inveja NÃO tem poder.






                                     Ao final desta pequena pesquisa pude entender que a inveja além de ser um sentimento muito ruim pode se tornar uma doença perigosa. Temos que trabalhar mais este sentimento tentando eliminá-lo de nossos corações, e saber que a nossa infelicidade não tem haver com a felicidade do próximo.

   19/02/2011
Ariel R. do Vale   






 

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

UMA ETERNA SAUDADE.



Hoje resolvi falar de pessoas especiais que já estão morando no céu.
Você já pensou quantas pessoas que amamos já se foram!?
E cada pessoa que tem sua importância em nossas vidas, vovô, vovó, pai, mãe, irmãos e amigos.
Se tivéssemos o poder de torná-los imortais, sem duvida não pensaríamos duas vezes em fazer isso.
Na vida temos que aprender a perder mais do que ganhar, é muito difícil superar uma perda, alguns não conseguem, outros até superam, mas a dor é a mesma.
Na minha pequenez na minha imperfeição tenho medo de que com o tempo eu esqueça a importância de cada um  em minha vida.
Tenho medo de que os outros se esqueçam deles.
Sei que Deus está ao lado dessas pessoas, (pense nas pessoas que já se foram), Vô Osvaldo, Vó Maria, Tia Lila, meu Pai Ariosvaldo  meu amigo João Paulo, queria poder olhar mais uma vez para cada um deles e dizer “muito obrigado por terem enriquecido a minha vida com os momentos que estivemos juntos e que nunca vou esquecê-los e que amo muito a todos”.
Não foi fácil ver essas pessoas amadas irem morar com Deus, sei que muitas pessoas estão sentindo essa dor neste momento.
Não a palavras, gestos que possa tirar essa tamanha DOR do coração, o tempo é o melhor remédio, mas existe uma pessoa que pode nos confortar, nos ajudar nesses momentos e tenho certeza que ele sempre esta ao seu lado e não te abandona em nenhum minuto o nome dele você já deve ter imaginado “JESUS”.
      Ninguém, que já passou ou ainda não passou quer ter essa experiência, mas é inevitável isso todos nós sabemos o que nos conforta é que todos familiares e amigos que já se foram estão ao lado de Deus, olhando e intercedendo por nós.
Hoje quando você tiver um tempinho por menor que seja, um minuto ou uma hora, não importa  sua religião, eleve seu pensamento a Deus e reze, ore agradeça e interceda por aqueles que já estão no céu, pois eles também intercedem por você e não esqueçam eles também  amam muito Você.


15/02/2011
Ariel R. do Vale 

FUTEBOL RESULTADOS

Terra - RSS - Terra Brasil ultimas noticias

O GLOBO - Ultimas noticias